Concurso da PRF deve acontecer até o final do ano - Super Rádio 104,9FM

Concurso da PRF deve acontecer até o final do ano

Compartilhar

Solicitação protocolada no Ministério do Planejamento encontra-se, agora, no Departamento de Legislação e Provimento de Pessoas


Boas notícias para os concurseiros que aguardam, ansiosamente, por novidades quanto ao Concurso PRF 2018. Nesta quarta-feira (21), o pedido protocolado no Ministério do Planejamento recebeu seis movimentações.

Atualmente, o pedido contendo 2.940 vagas encontra-se no Departamento de Legislação e Provimento de Pessoas. Para conhecimento, a divisão faz parte da Secretaria de Gestão de Pessoas (SGP), unidade responsável pelo alinhamento de políticas e diretrizes que englobam o ciclo de gestão de pessoas desde o ingresso até a conclusão da vida funcional do servidor.

As oportunidades solicitadas ao Planejamento se destinam à carreira de policial rodoviário federal. O certame depende da autorização para proceder com etapas essenciais, como contratação da organizadora e organização do cronograma.

Recentemente, o diretor-geral da Polícia Rodoviária Federal, Renato Antônio Dias, alertou quanto ao risco de colapso se o novo concurso não for autorizado. A corporação passa por sério déficit em seu quadro funcional, fechando o ano passado com desfalque de 2.898 policiais.

Porém, segundo informado pela Assessoria de Comunicação Nacional, a previsão é de que a defasagem alcance 4.592 servidores até o final de 2018. Com essa dimensão, a carência alcança todos os estados brasileiros.

Para minimizar os efeitos desse quadro, a PRF tem investido em tecnologia e readequado o planejamento operacional a fim de efetivar a cobertura de trechos que apresentam maior carência de pessoal. A situação é tão crítica que a recomendação na urgência pela realização do próximo certame partiu, também, do Tribunal de Contas da União (TCU).

Em auditoria nas regiões de fronteira, o órgão apontou prejuízo de, aproximadamente, R$ 100 bilhões anuais com crimes típicos dessas áreas. Montante que poderia ser reinvestido ações de combate a esse tipo de infração, papel desempenhado por instituições como a PRF.

De qualquer forma, a corporação – e os concurseiros – aguardam a autorização breve do certame por parte do Planejamento. O intuito é que o quantitativo total de vagas seja dividido em quatro turmas, com convocação imediata da primeira.